Como arruinar sua memória

Como arruinar sua memória

A memorização é importante em diversos segmentos da vida humana, sendo capaz de influenciar positiva e negativamente em nosso dia a dia. Guardar memórias é importante para reter lembranças e informações em nossa mente, garantindo que todo este conteúdo possa ser acessado mais tarde em caso de necessidade.

Com extrema importância em nossas vidas, o desenvolver da atividade de memorização é essencial para estruturar nossos conhecimentos e personalidades, guardando um amplo número de conteúdos para utilizar quando quisermos.

Da mesma forma que é possível treinar o desenvolvimento da memória, nós também podemos desestimular a memorização, destruindo nossa habilidade de nos lembrarmos das coisas e fazendo com que nossa mente apague de seus registros diversos conteúdos presos em memórias.

Pode parecer difícil conseguir impedir por completo a memorização, mas alguns dos hábitos mais simples podem afeta-la, causando um grave problema para sua rotina. Saiba mais e descubra como você pode estar arruinando sua memória, evitando certos fatores a fim de preservar sua capacidade mental.Como arruinar sua memória (1)


 Distúrbios de sono

Os transtornos no sono, que podem impedir uma pessoa de dormir como deveria, são formas destrutivas de trabalhar sua memorização. A hora do sono é o momento onde nosso cérebro descansa, fazendo uma revisão geral dos acontecimentos do dia que são sintetizados e filtrados para formação de recordações.

Quando este ciclo mental é interrompido pela privação do sono, o cérebro pode ser induzido a trabalhar com memórias falsas ou até com o esquecimento de muitas informações, prejudicando sua memória de forma efetiva.

O sono é essencial para estimular a atividade mental, portanto, abolir-se do mesmo pode ser fatal à sua memória.


 Viver em constante estresse

Situações que estimulam o estresse são negativas em diversos aspectos de nossa saúde, mas quando se trata da memorização, seus resultados são ainda piores. O cortisol, hormônio associado ao estresse, é o responsável pela perda de memória: Altos níveis do elemento levam à quebra de ligações cerebrais, comprometendo o processamento e armazenamento de memórias.

Você pode adquirir um cérebro com idade equivalente a de um adulto com 65 anos em apenas alguns meses!


 Perder o controle do álcool

O consumo de bebidas alcoólicas já é prejudicial, mas em excesso, a prática pode aumentar seus problemas – principalmente no que se refere à cabeça. Beber demais pode causar a perda de memória, considerando que, em altos níveis de álcool no sangue, a pessoa já pode perder a noção de muitas coisas relacionadas à sua vida, estendendo essa sensação vista como temporária a um período integral.


 Ser o fotógrafo da turma

Sim, o hábito de fotografar demais pode provocar a perda de memória. O efeito prejudicial na prática está na baixa atenção que damos aos detalhes dos nossos objetos fotográficos, considerando o fato de que, na segurança de manter registros sobre determinadas ações ou momentos, acabamos relaxando e ignorando o assunto por confiar na foto para nos mostrar os detalhes mais tarde.

A melhor ideia é simplesmente aproveitar os momentos, ao invés de contar com a lente de sua câmera na tarefa.

Sérgio Araújo
Procurador Federal
Coach certificado pelo World Coach Institute - WCI Professional Coach (CPC), Wellness Coach (CWC), Career Coach (CCC)
0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *